Tratado de Comércio UE/Colômbia favorece Portugal, diz a Proexport

portuhal colombiaO Tratado de Livre Comércio entre a UE e a Colômbia, entrou em vigor no passado dia 01/08/2013 , cria um "terreno fértil" para os negócios com Portugal, disse a presidente da Proexport, entidade colombiana para as exportações.

 

A partir de agora, deixa de haver barreiras comerciais entre a União Europeia e a Colômbia, com a entrada em vigor do Tratado de Livre Comércio entre os dois blocos, acordo que permite abrir o mercado de exportações.

 

Até ao final do período de transição, serão eliminados os direitos aduaneiros em produtos de indústria e pesca, e o comércio de produtos agrícolas terá uma circulação mais aberta, o que permitirá às empresas uma economia anual de mais de 500 milhões de euros, de acordo com a Proexport, entidade estatal colombiana que tem como missão captar investimento estrangeiro e ajudar a incrementar as exportações.

 

María Claudia Lacouture sublinhou que "Portugal e a Colômbia sempre tiveram excelentes relações". Com este acordo, "estamos hoje, historicamente, mais próximos", adiantou. Com "a visita do Presidente Juan Manuel Santos a Portugal, passando pela missão empresarial a Bogotá com o Presidente Cavaco Silva em abril de 2013", as relações entre os dois países saíram reforçadas.

 

Além disso, na VII cimeira da Aliança do Pacífico, realizada em maio, "foi com grande satisfação e total apoio do governo colombiano que Portugal foi aceite como observador da Aliança do Pacífico, um bloco económico composto por Colômbia, o México, o Chile e o Peru e que representa hoje a oitava maior economia à escala global", apontou a presidente da Proexport.

 

"Portugal, como observador, poderá converter-se numa porta de entrada da América do Sul na Europa, mas também em África, mercado que está nos radares da Aliança do Pacífico", acrescentou.

 

"A fechar com uma verdadeira ‘chave de ouro' este importante ciclo, surge o Tratado de Livre Comércio com a Europa, acordo que abre um extraordinário leque de oportunidades e cria terreno fértil para negócios mais frutíferos, tanto para Portugal, como para a Colômbia".

 

Questionada se este acordo vai reforçar as relações comerciais entre os dois países, María Claudia Lacouture afirmou perentoriamente que "sim".

 

"Em primeiro lugar porque este acordo comercial não só lidera uma franca redução e eliminação de taxas alfandegárias como alarga o leque de oportunidades de negócios, fornecendo um cunho institucional sólido e intemporal às relações comerciais entre mercados, fundamentadas na confiança, segurança e na garantia de bons resultados".

 

Por isso, considera que o aprofundar das relações entre Lisboa e Bogotá "vai ser natural, pois Portugal e Colômbia, na sua aproximação, descobriram muitas complementaridades".

 

Para Portugal, "as oportunidades na Colômbia são muito expressivas em setores como o florestal, agroindústria, hortofrutícola, hotelaria e turismo, BPO, software e serviços TI".

 

Por outro lado, a Colômbia poderá tornar-se "num fornecedor estratégico de frutas, hortaliças, têxteis, vestuário, indústrias e serviços para os mais exigentes empresários europeus que procuram produtos de alta qualidade e valor acrescentado".

 

Além disso, "foram identificadas oportunidades para que a Colômbia seja um importante fornecedor de flores e de produtos de ferro e aço de Portugal", acrescentou.

 

 

Fonte OJE/Lusa

 

 

 

 

 

algeria 

 

não esquecer

Principais Obrigações Fiscais - Abril

IRS – Tabelas de retenção na fonte / 2015

Orçamento do Estado para 2015

Produtos e Materiais de Construção Sujeitos a «Marcação CE»

IMT - Tabelas Práticas 2015

Salário Mínimo, IAS e UC para 2015

Ajudas de Custo 2015

Subsidio de Refeição e de Viagem 2015

Mapa de Férias 2015

Regime de Bens em Circulação

Juros de Mora Comerciais - 1º semestre. 2015

Horário de trabalho e livrete - pessoal afeto à exploração de veículos. Entendimento da ACT

Renovação da Carta de Condução

Contrato Coletivo de Trabalho do Setor

Cadastro Comercial

CAE - Rev. 3 Classificação Portuguesa de Actividades Económicas

Livro de Reclamações

Livretes Individuais de Controlo

Indicação de Preços

Uso da Língua Portuguesa

 

youtube

GREY/GREEN

Filme Promocional da Fileira dos Materiais de Construção, das Empresas e da Arquitetura e Engenharia Portuguesas.

 

SUBSCREVER NEWSLETTER apcmc news

clique aqui

 

 

 

 

sage

 

manutenção de sites