Passaporte para o Empreendedorismo

 

empreendedorismoFoi criada pela Portaria 370-A/2012, de 15 de Novembro, a medida «Passaporte para o Empreendedorismo», no âmbito do Programa Estratégico para o Empreendedorismo e Inovação e em consonância com o Plano Estratégico de Iniciativas de Promoção de Empregabilidade Jovem e Apoio às Pequenas e Médias Empresas — «Impulso Jovem», aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros 51-A/2012, de 14/6, que consagra um conjunto de medidas de apoio à empregabilidade jovem e às pequenas e médias empresas, visando promover o desenvolvimento, por parte de jovens qualificados, de projectos de empreendedorismo inovador e ou com potencial de elevado crescimento.

 

A medida dirige-se aos jovens até aos 30 anos detentores de licenciatura há menos de 3 anos, aos jovens até aos 30 anos detentores de licenciatura, mestrado ou doutoramento e inscritos nos centros de emprego há mais de 4 meses e aos jovens até aos 34 anos detentores de mestrado ou doutoramento, que poderão beneficiar das seguintes medidas:

 

- Disponibilização de informação agregada relativa aos mecanismos de apoio e a outros instrumentos nacionais e europeus, públicos e privados, relevantes para os empreendedores, designado «Guia Prático do Empreendedor»;

- Oferta de instrumentos de capacitação e de alargamento de competências na área do empreendedorismo;

- Assistência técnica no desenvolvimento do modelo de negócio e na execução do plano de negócios para projectos com um elevado grau de complexidade;

- Promoção do acesso a mecanismos financeiros de crédito e de capital de risco, mediante aprovação do projecto pelas entidades competentes;

- Acesso a bolsa para o desenvolvimento de projecto empresarial a jovens;

- Acesso a uma rede de mentores que forneçam orientação aos empreendedores; e

- Promoção de redes de contactos com vista à apresentação dos projectos a investidores privados e sociedades de capital de risco.

 

A assistência técnica especializada visa agilizar a entrada de projectos empresariais inovadores no mercado e concretiza-se em actividades como Estudos de viabilidade técnico-científica, Assistência tecnológica, incluindo prototipagem, Serviços de transferência de tecnologia, Consultoria para utilização de normas e serviços de ensaio, Consultoria especializada para patentes internacionais, Auxílio na conversão de ideias em projectos empresariais estruturados, para efeitos de apresentação a investidores, e Intermediação na procura de parceiros financiadores ou empresariais.

 

A bolsa visa apoiar os jovens a prosseguirem o desenvolvimento do seu projecto empresarial, implica uma dedicação exclusiva à concretização do projecto apresentado e tem o valor máximo mensal de 1,65 vezes o IAS (= €691,71), a atribuir por um período mínimo de 4 meses e máximo de 12 meses.

 

As candidaturas são apresentadas junto do IAPMEI, mediante preenchimento de ficha de modelo próprio disponível em www.iapmei.pt ou no portal do Programa Estratégico +E+I (http://www.ei.gov.pt/index/).

 

 

 

 

 

 

algeria 

 

não esquecer

Principais Obrigações Fiscais - Abril

IRS – Tabelas de retenção na fonte / 2015

Orçamento do Estado para 2015

Produtos e Materiais de Construção Sujeitos a «Marcação CE»

IMT - Tabelas Práticas 2015

Salário Mínimo, IAS e UC para 2015

Ajudas de Custo 2015

Subsidio de Refeição e de Viagem 2015

Mapa de Férias 2015

Regime de Bens em Circulação

Juros de Mora Comerciais - 1º semestre. 2015

Horário de trabalho e livrete - pessoal afeto à exploração de veículos. Entendimento da ACT

Renovação da Carta de Condução

Contrato Coletivo de Trabalho do Setor

Cadastro Comercial

CAE - Rev. 3 Classificação Portuguesa de Actividades Económicas

Livro de Reclamações

Livretes Individuais de Controlo

Indicação de Preços

Uso da Língua Portuguesa

 

youtube

GREY/GREEN

Filme Promocional da Fileira dos Materiais de Construção, das Empresas e da Arquitetura e Engenharia Portuguesas.

 

SUBSCREVER NEWSLETTER apcmc news

clique aqui

 

 

 

 

sage

 

manutenção de sites