Principais obrigações fiscais para o mês de abril / 2015

publicado em 02-04-2015

www.portaldasfinancas.gov.pt

 

Sumário

 

Até ao dia 10

- IVA - declaração periódica - periodicidade mensal (FEV.14)

- SEGURANÇA SOCIAL - regime geral - entrega de declarações (MAR.14)

- IRS - declaração mensal de remunerações AT (MAR.14)

Até ao dia 20

- SEGURANÇA SOCIAL - regime geral - pagamento (MAR.14)

- SEGURANÇA SOCIAL - independentes - pagamento (MAR.14)

- FUNDOS DE COMPENSAÇÃO - pagamento (MAR.14)                  

- IRC/IRS - retenções na fonte (MAR.14)

- SELO - pagamento do relativo a MAR.14

- IVA - declaração recapitulativa - regimes mensal e trimestral

Até ao dia 27

- IVA - comunicação à AT das faturas emitidas em MAR.14

Até ao dia 30

- IUC - pagamento - veículos com aniversário de matrícula em ABR.14

- IRS/2013 - declaração de rendimentos mod. 3 em papel (cat. E, F, G…)

- IRS/2013 - declaração de rendimentos mod. 3 pela internet (cat. A e H)

- IMI/2013 - pagamento da totalidade ou da 1ª prestação

- Selo/2014 (prédios de «luxo») - pagamento da totalidade ou 1ª prestação

 

 

ATÉ AO DIA 10

IVA – Periodicidade Mensal

Os sujeitos passivos enquadrados no regime normal de periodicidade mensal devem proceder à entrega, pela Internet, da declaração periódica relativa ao IVA apurado no mês de fevereiro de 2015, acompanhada dos anexos que forem devidos, e efetuar, se for caso disso, o competente pagamento.

 

SEGURANÇA SOCIAL – Regime Geral – Declarações de Remunerações

Devem ser entregues as declarações (folhas) de remunerações relativas ao mês de março de 2015, exclusivamente através da Segurança Social Direta, incluindo o empregador que seja pessoa singular e com apenas um trabalhador ao seu serviço.

 

IRS – Declaração Mensal de Remunerações (AT)

As entidades que pagaram ou colocaram à disposição de residentes em território português, em março de 2015, rendimentos do trabalho dependente sujeitos a IRS, ainda que dele isentos ou excluídos de tributação nos termos dos artigos 2º e 12º do CIRS, devem proceder ao envio, pela Internet, da Declaração Mensal de Remunerações (AT) para comunicação de tais rendimentos e respetivas retenções de imposto, das deduções efectuadas relativamente a contribuições obrigatórias para regimes de proteção social e subsistemas legais de saúde e quotizações sindicais.

 

Estão dispensadas desta obrigação as entidades que não exerçam atividades empresariais ou profissionais ou, exercendo-as, tais rendimentos não se relacionem exclusivamente com essas actividades, as quais podem optar por declarar tais rendimentos na declaração anual modelo 10.

 

ATÉ AO DIA 20

SEGURANÇA SOCIAL – Regime Geral - Pagamento

Deve ser efetuado o pagamento das contribuições relativas ao mês de março de 2015.

 

SEGURANÇA SOCIAL – Independentes - Pagamento

Deve ser efetuado o pagamento das contribuições relativas ao mês de março de 2015.

 

FUNDOS DE COMPENSAÇÃO – Pagamento

Deve ser efetuado o pagamento das entregas devidas ao Fundo de Compensação do Trabalho (FCT) e ao Fundo de Garantia de Compensação do Trabalho (FGCT) relativas a março de 2015.

 

O pagamento é efetuado por multibanco ou homebanking, utilizando as referências do documento de pagamento previamente emitido, por iniciativa da empresa (a partir do dia 10), em www.fundoscompensacao.pt.

 

O pagamento corresponde a 1% da retribuição base e diuturnidades pagas ou devidas aos trabalhadores (só dos admitidos a partir de 1 de outubro de 2013), destinando-se 0,925% ao FCT e 0,075% ao FGCT e sendo realizados 12 pagamentos por ano (excluídos subsídios de férias e de Natal e outras prestações retributivas). 

 

IRS/IRC – Retenções na Fonte

Deve ser declarado através da Internet e entregue o IRS retido pelas entidades que, possuindo ou devendo possuir contabilidade organizada, atribuíram no mês de março de 2015 rendimentos enquadráveis nas categorias B (empresariais e profissionais), E (capitais) e F (prediais).

 

Também as entidades, com ou sem contabilidade organizada, que tenham pago ou colocado à disposição no mês de março de 2015 rendimentos enquadráveis nas categorias A (trabalho dependente) e H (pensões), deverão declarar pela mesma via e entregar o IRS retido na fonte.

 

O mesmo se diga para as importâncias retidas no mês de março de 2015 sobre rendimentos sujeitos a IRC.

 

IMPOSTO DO SELO – Pagamento

Deve ser declarado através da Internet e entregue pelas empresas e outras entidades sobre quem recaia tal obrigação o imposto do selo liquidado no mês de março de 2015.

 

IVA – Declaração Recapitulativa - Transmissões Intracomunitárias

Deve ser entregue a Declaração Recapitulativa, via Internet, pelos sujeitos passivos do regime normal de periodicidade mensal que em março de 2015 efetuaram transmissões intracomunitárias de bens e ou prestações de serviços a sujeitos passivos registados noutros Estados Membros, quando tais operações sejam aí localizadas nos termos do artº 6º do CIVA, e para os sujeitos passivos do regime normal trimestral quando o total das transmissões intracomunitárias de bens a incluir na declaração tenha no trimestre em curso (ou em qualquer mês do trimestre) excedido o montante de € 50.000.

 

Também os sujeitos passivos isentos ao abrigo do artº 53º do CIVA que tenham efetuado prestações de serviços a sujeitos passivos registados noutros Estados Membros, em março de 2015 quando tais operações sejam aí localizadas nos termos do artº 6º do CIVA, devem proceder à entrega da Declaração Recapitulativa, via Internet.

 

ATÉ AO DIA 27

IVA – Comunicação das faturas à AT

Os sujeitos passivos de IVA são obrigados a comunicar à AT, por via eletrónica, os elementos das faturas que emitiram em março de 2015 [artº 3º, nº 1, do DL 198/2012, de 24/8, na redação dada pela Lei 66-B/2012, de 31/12 (OE/2013)].

 

A comunicação é efetuada

(i) em tempo real, integrada em programa de faturação eletrónica; ou

(ii) através do envio de ficheiro SAF-T (PT); ou

(iii) por introdução direta no portal da AT (www.portaldasfinancas.gov.pt); ou

(iv) por outra via eletrónica, a definir por portaria (ainda não publicada à data),

não podendo os sujeitos passivos alterar a modalidade de comunicação por que optaram no decurso do ano civil.

 

Os sujeitos passivos obrigados a produzir o ficheiro SAF-T (PT) apenas podem efetuar a comunicação através das duas primeiras modalidades supra referidas.

 

ATÉ AO DIA 30

Imposto Único de Circulação

Deve ser liquidado e pago o Imposto Único de Circulação (IUC) relativo a 2015 pelos veículos cujo aniversário de matrícula ocorra no mês de abril.

 

Os veículos novos adquiridos em 2015 devem liquidar e pagar o IUC nos 30 dias posteriores ao termo do prazo legal para o registo.

 

A liquidação do IUC é efetuada pelo próprio sujeito passivo através da Internet (obrigatório para as pessoas coletivas), podendo também sê-lo em qualquer serviço de finanças, em atendimento ao público.

 

IRS – Entrega da Declaração de Rendimentos mod. 3 em suporte papel (2ª fase)

Os sujeitos passivos de IRS que em 2014 auferiram rendimentos das categorias E (capitais), F (prediais) e ou G (mais-valias), com ou sem rendimentos das categorias A (trabalho dependente) e ou H (pensões), devem proceder à entrega ou envio, caso o pretendam fazer em suporte papel, da Declaração de Rendimentos mod. 3, acompanhada dos Anexos respeitantes aos rendimentos das categorias em causa e, se for o caso, dos Anexos H (benefícios fiscais e deduções) e ou J (rendimentos obtidos no estrangeiro).

 

Porém, os contribuintes titulares de rendimentos a declarar nos Anexos B (rendimentos empresariais e profissionais - regime simplificado/ato isolado), C (rend. empresariais e profissionais - regime de contabilidade), D (imputação de rendimentos - Categoria B), E (rendimentos de capitais), I (rendimentos de herança indivisa) e ou L (residentes não habituais) são obrigados a enviar a declaração Modelo 3 pela Internet, independentemente do montante a declarar em qualquer desses Anexos.

 

A declaração em papel pode ser entregue diretamente em qualquer serviço de finanças ou posto de atendimento ou enviada pelo correio, para o serviço de finanças ou direção de finanças da área do domicílio fiscal do sujeito passivo.

 

O cumprimento desta obrigação declarativa via Internet (www.portaldasfinancas.gov.pt) decorre de 1 a 31 de Maio.

 

IRS – Entrega da Declaração de Rendimentos mod. 3 pela Internet (1ª fase)

Os sujeitos passivos de IRS que em 2014 auferiram exclusivamente rendimentos do trabalho dependente (categoria A) e ou de pensões (categoria H) devem proceder à entrega, pela Internet (www.portaldasfinancas.gov.pt), da Declaração de Rendimentos mod. 3, acompanhada, se for o caso, dos Anexos A (trabalho dependente e pensões), H (benefícios fiscais e deduções) e ou J (rendimentos obtidos no estrangeiro).

 

O cumprimento desta obrigação declarativa em suporte papel decorreu de 1 a 31 de Março.

 

 

IRS / 2014 – Prazos de entrega da Declaração de Rendimentos Mod. 3

 

A entrega da declaração de IRS relativa a 2014 é efetuada nos seguintes prazos:

 

 * Contribuintes que receberam exclusivamente rendimentos das categorias A (trabalho dependente) e ou H (pensões):

                * Durante o mês de Março – em suporte papel

                * Durante o mês de Abril – pela Internet

 

* Contribuintes que receberam rendimentos de outra(s) categoria(s):

                * Durante o mês de Abril – em suporte papel

                * Durante o mês de Maio – pela Internet (obrigatoriamente os que devam preencher os anexos B, C, D, E, I e ou L)

 

Estão dispensados de apresentar a declaração os sujeitos passivos que, cumulativa ou isoladamente, apenas tenham auferido rendimentos do trabalho dependente e ou de pensões de montante inferior ao da respetiva dedução específica (€ 4104), ou rendimentos tributados pelas taxas liberatórias do artigo 71º CIRS e não optem, se permitido, pelo seu englobamento.

 

Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) / 2014

Deve ser efetuado o pagamento do imposto municipal sobre imóveis relativo a 2014 nos termos seguintes:

- numa só prestação, em Abril, caso seja igual ou inferior a € 250;

- em 2 prestações, em Abril e Novembro, se superior a € 250 e não superior a € 500;

- em 3 prestações, em Abril, Julho e Novembro, se superior a € 500.

 

Caso o sujeito passivo não tenha recebido até final do mês de Março o competente documento de cobrança (que discrimina os prédios, as partes suscetíveis de utilização independente, o seu valor patrimonial tributário e a coleta imputada a cada município da respetiva localização), deverá solicitar uma 2ª via em qualquer serviço de finanças, a fim de poder cumprir a obrigação supra.

 

Selo / 2014 (prédios e terrenos de «luxo»)

Deve ser efetuado o pagamento do imposto do Selo previsto na verba nº 28 da Tabela Geral relativo a 2014 (esta verba respeita a prédios habitacionais e a terrenos para construção de habitação com valor patrimonial tributário, nos termos do CIMI, igual ou superior a € 1.000.000), nos termos seguintes:

- numa só prestação, em Abril, caso seja igual ou inferior a € 250;

- em 2 prestações, em Abril e Novembro, se superior a € 250 e não superior a € 500;

- em 3 prestações, em Abril, Julho e Novembro, se superior a € 500.

 

 

 

 

 

algeria 

 

não esquecer

Principais Obrigações Fiscais - Abril

IRS – Tabelas de retenção na fonte / 2015

Orçamento do Estado para 2015

Produtos e Materiais de Construção Sujeitos a «Marcação CE»

IMT - Tabelas Práticas 2015

Salário Mínimo, IAS e UC para 2015

Ajudas de Custo 2015

Subsidio de Refeição e de Viagem 2015

Mapa de Férias 2015

Regime de Bens em Circulação

Juros de Mora Comerciais - 1º semestre. 2015

Horário de trabalho e livrete - pessoal afeto à exploração de veículos. Entendimento da ACT

Renovação da Carta de Condução

Contrato Coletivo de Trabalho do Setor

Cadastro Comercial

CAE - Rev. 3 Classificação Portuguesa de Actividades Económicas

Livro de Reclamações

Livretes Individuais de Controlo

Indicação de Preços

Uso da Língua Portuguesa

 

youtube

GREY/GREEN

Filme Promocional da Fileira dos Materiais de Construção, das Empresas e da Arquitetura e Engenharia Portuguesas.

 

SUBSCREVER NEWSLETTER apcmc news

clique aqui

 

 

 

 

sage

 

manutenção de sites